Iniciar sessão
Email Senha
Saber mais \ Questões frequentes (FAQ)

Podemos ajudar?

Abaixo encontra as perguntas e respostas mais frequentes na utilização do iRX.
Se não encontrar o esclarecimento que procura, coloque-nos a sua questão aqui.



Quais são as modalidades de licenciamento do iRX?

O iRX tem disponíveis os seguintes tipos de licença:

PRO (Profissional) - limitado à simulação e entrega de 50 declarações
Para profissionais que façam o IRS de vários contribuintes.

PREMIUM (Empresarial) - sem limitações
Para empresas e gabinetes de contabilidade.

Poderá consultar a nossa loja online para mais informações.

Não consegui ativar o meu código. Que posso fazer?

Verifique que está a introduzir o código exatamente como lhe foi fornecido. Sugerimos que faça uma cópia do seu código de ativação para evitar qualquer engano na introdução do mesmo.

  • Confirme que o endereço de email introduzido no passo anterior é o email associado à sua conta/código.

  • Caso tenha Windows Vista/7/8, tente executar o iRX com permissões completas. Para tal, basta clicar com o botão direito do rato no ícone iRX do ambiente de trabalho e escolher a opção “Executar como administrador”.

  • Verifique que tem a ligação à Internet ativa (ADSL/3G/Cabo/Fibra/etc.) e que a sua firewall não está a bloquear comunicações à aplicação “iRX.EXE”.

  • Confirme que não está a aceder à Internet através de um proxy (geralmente este tipo de configuração só existe em redes empresariais) Se mesmo assim tiver problemas em ativar, poderá utilizar a opção 'Reportar um problema' dentro da aplicação, ou utilizar o formulário de contacto em www.irx.pt.

Como declarar rendimentos de anos anteriores?

Os rendimentos de anos anteriores são introduzidos no quadro rendimentos, necessitando apenas de indicar o ano a que respeitam (por defeito, o ano da declaração). Exemplo:
Recebeu um total de 28.000€, dos quais 6.000€ são relativos ao ano 2009.
No iRX deverá declarar duas linhas de rendimento:
  • A primeira linha deverá indicar o rendimento de 23.000€.

  • A segunda linha deverá indicar o rendimento de 6.000€ e indicar que esse valor se refere ao ano 2009 (no canto superior direito do quadro).

O iRX considera automaticamente a diferença no cálculo, soma estes rendimentos (da mesma entidade) no quadro 4 do anexo A com o valor total de 28.000€, assim como indica no quadro 5 os rendimentos referentes a 2009 de 6.000€.

Onde posso introduzir os valores de serviços e vendas do ano N-1 e N-2 no anexo B?

O quadro de rendimentos de anos anteriores (N-1 e N-2) será apresentado nas "Outras Informações" desde que o titular tenha pelo menos um rendimento introduzido da categoria B.

Introduzi uma nova licença no iRX, mas a aplicação continua a dizer que a mesma está desatualizada. Como posso resolver?

O iRX necessita de ser reativado para obter a nova licença.

Depois de atualizar o seu código, necessita de executar o iRX e aceder ao menu Ajuda->Reactivar o meu código. O iRX, ao ser reativado, irá obter a nova licença associada ao seu código de ativação e não será necessário qualquer outro procedimento.
Caso tenha o iRX instalado em vários computadores (ex. licença PREMIUM) deverá repetir o processo em todos os computadores.

Existem outras aplicações de cálculo de IRS disponíveis. Em que é que o iRX é diferente?

O iRX não é uma aplicação de IRS convencional. Ao contrário da estrutura “tradicional” - o Modelo 3 e anexos - o iRX encontra-se dividido em 3 secções principais (Informações, Rendimentos e Despesas).

Desta forma, é possível fazer aquilo que anteriormente era virtualmente impossível (ou impraticável).

Por exemplo, com o iRX:
  • É possível 'ativar' ou 'desativar' um rendimento com apenas 2 cliques, podendo assim obter a simulação do IRS com e sem esse rendimento de uma maneira extremamente simples e rápida. Naturalmente ao desativar esse rendimento, os descontos associados também não são considerados (ex: retenções).

  • Pode-se fazer comparações do cálculo entre vários exercícios, sem complicações e sem alteração de valores, uma vez que os anexos são apenas relevantes para a entrega - e não para o cálculo em si.

  • É possível escolher os modelos a utilizar, sem necessidade de alteração de dados.

  • É possível detetar as informações em falta, ou erros declarativos, dependendo do ano da entrega e do exercí- cio considerado.

  • É possível introduzir os dados sem conhecimentos fiscais.

  • É possível apresentar apenas as opções relevantes e as informações necessárias para o seu caso.

  • É possível preencher corretamente os anexos sem conhecimentos fiscais da parte do utilizador.

  • É possível transitar informação de ano para ano, sem necessidade de conversão de dados.

  • E muito mais...

Tentei obter os dados de pré-preenchimento, mas a listagem dos rendimentos veio vazia e não houve qualquer erro. Que fiz de errado?

Não fez nada de errado. Veja a resposta à questão “O iRX suporta o pré-preenchimento?”. A AT pode ainda não ter a informação necessária para o seu NIF. Tente obter novamente os dados quando iniciar a 1ªfase de entrega via Internet.

O iRX suporta o pré-preenchimento?

Sim. Pode utilizar o menu Dados e Simulações > Obter pré-preenchimento, indicando o(s) NIF(s) e respetivas passwords.
Note que a AT poderá não ter a informação necessária para o pré-preenchimento antes da data de início da entrega via Internet.

Quais os requisitos mínimos para executar o iRX?

Sistema operativo Windows (XP, Vista, Windows 7 e Windows 8, compatível x86/x64), ligação à Internet, resolução 1024x768.
O iRX é compatível com sistemas anteriores a XP caso tenha todas as atualizações instaladas (componentes XML, IE 6+, MDAC 2.6, JET, etc.).

Como posso ver os dados no modelo 3 e anexos utilizando o iRX?

A qualquer momento, poderá aceder à secção de Entrega e utilizar a opção de pré-visualização da declaração. Se essa opção não estiver visível, é porque os modelos para entrega desse exercício ainda não estão disponíveis. Pode, a qualquer momento, escolher os modelos de entrega do ano anterior através o menu “Entrega” > “Utilizar modelos para entrega em”.

Como posso acompanhar a minha declaração de IRS após a entrega via Internet?

Após submeter a sua declaração (seja pelo iRX, seja pela aplicação da Autoridade Tributária) poderá consultar a declaração no Portal das Finanças, tanto a nível declarativo (obter o comprovativo de entrega, etc.), como a nível processual (processada, com reembolso, etc.).

A Autoridade Tributária demora, normalmente, alguns dias a processar a declaração depois de a receber.

O iRX envia a declaração via Internet?

Sim. O iRX possui várias formas de entrega:
  1. Entrega utilizando a aplicação da Autoridade Tributária (AT) (abre uma janela de browser com a aplicação da AT e os dados do iRX pré-preenchidos).

  2. Entrega direta (envia a sua declaração diretamente para o servidores da AT).

  3. Gravação do ficheiro XML (permite-lhe gravar os dados num ficheiro para entrega manualmente no site).

O iRX corre em sistemas Linux ou MacOS X?

Não. O software foi desenvolvido para sistemas Windows, no entanto é possível instalar uma máquina virtual em MacOSX com o sistema Windows e, a partir desta, executar o iRX. Efetuaram-se algumas simulações e testes em ambiente Linux (ubuntu-11.10-desktop-i386) com o WinE, tendo sido possível executar o iRX neste ambiente sem necessidade de criar uma máquina virtual, no entanto este tipo de execução não está prevista.

O iRX prevê rendimentos obtidos no estrangeiro?

Sim. O cálculo do crédito de imposto é considerado tendo em conta os rendimentos introduzidos nos códigos QRJxx.

No entanto, existem vários documentos, convenções e situações excecionais que, dependendo entre outras coisas do país de origem e do tipo de rendimento, deverão ser respeitadas ao nível declarativo.

Para mais informações, deverá consultar a página das declarações eletrónicas (“Convenções para evitar a dupla tributação”).

Reparei que o iRX preenche automaticamente alguns campos (código postal, nomes de empresas, etc). A aplicação tem isso tudo em memória?

Nem tudo. Existem informações (de caráter público) que estão na base de dados da aplicação. Por exemplo, listagem dos serviços de finanças, informações das freguesias, coeficientes de desvalorização da moeda, etc.

No entanto, existem outras informações que não podem ser armazenadas, ou porque são extremamente extensas (ex.: códigos postais), ou cuja informação tem de ser obtida em tempo real (ex: informação de NIPCs) e, para esse efeito, o iRX utiliza webservices para obter a informação respetiva.

A privacidade dos dados é garantida através da encriptação (SSL) de 2048bits.

Como é que o iRX chegou a um determinado valor no cálculo? É possível saber?

Sim. Ao aceder ao relatório detalhado (dentro do quadro “Cálculos e Simulações”) poderá confirmar ponto por ponto como é que o iRX chegou ao valor de cálculo.

O iRX permite imprimir os valores diretamente nos modelos?

Sim.

Encontrei um "bug" ou um "erro". Como posso reportar?

No iRX, aceda ao menu Ajuda, selecionando em seguida a opção Suporte técnico. Na janela seguinte, descreva resumidamente o problema detetado.

Opcionalmente, poderá incluir a “informação técnica” do seu computador nesse relatório (ex.: Sistema operativo, resolução do ecrã, quantidade de memória livre, etc.), assim como os “dados e valores declarados” (se pretender obter esclarecimentos a nível de cálculo).

Onde introduzo o valor que me foi retido da sobretaxa no Subsídio de Natal?

Ao indicar o seu rendimento de 2011 (e apenas para as categorias A ou H) existe o campo "Sobretaxa extraordinária em sede de IRS" onde deverá indicar o valor retido da sobretaxa.
Este valor será considerado como "crédito" para a sobretaxa efectiva que é de 3,5% do Rendimento Colectável acima do salário mínimo.

O iRX permite ser utilizado em rede (multiposto)?

Sim. As licenças Premium do iRX permitem ao utilizador especificar uma localização em rede para armazenamento dos dados e declarações. Nesta configuração, o ficheiro de índices das declarações é também partilhado pelos vários utilizadores de forma a garantir que vários utilizadores possam aceder de forma imediata e transparente a declarações ou ficheiros que tenham sido feitos por outros utilizadores em rede.

Para configurar o iRX em rede, necessita de indicar uma pasta partilhada acessível em todos os postos de trabalho. Esta configuração é feita na secção “Dados e Ficheiros” nas opções do iRX.

Adquiri uma nova licença no iRX, mas a aplicação continua a dizer que a mesma está desatualizada. Como posso resolver?

O iRX tem de ser reativado para obter a nova licença.

Para isso, necessita de executar o iRX e aceder ao menu Ajuda > Reativar o meu código. O iRX, ao ser reativado, irá obter uma licença associada ao seu código e não será necessário qualquer outro procedimento.

Caso tenha o iRX instalado em vários computadores (licença Premium) deverá repetir o processo em todos os computadores.

Estou com dificuldades na execução do iRX. Que posso fazer?


  • Executar o iRX com permissões completas (clicar com o botão direito do rato no ícone do ambiente de trabalho e escolher “Executar como administrador”). Apesar do iRX não necessitar destas permissões, por vezes aplicações instaladas no seu sistema poderão impor bloqueios que impeçam a execução prevista do iRX.

  • Confirmar a resolução do ecrã (Resolução mínima 1024 × 768 com 32 bits por pixel. Recomendado 1280 × 1024 ou superior).

  • Confirmar que instalou o iRX nesse computador com acesso Administrador, e que não copiou os ficheiros instalados de outro computador ou de um backup (A instalação regista componentes necessários à execução. O simples passo de copiar ficheiros de outro computador para um novo não vai permitir ao iRX encontrar esses componentes necessários).


Se mesmo assim tiver problemas em ativar, poderá utilizar a opção 'Reportar um problema' dentro da aplicação, ou utilizar o formulário de contacto em www.irx.pt.

O valor da simulação da aplicação da AT dá um valor diferente do iRX. Qual será a razão desta discrepância?

Antes de mais verifique p.f. se a declaração está configurada da mesma forma nas duas aplicações (iRX e aplicação da AT). A simulação apenas poderá ter o mesmo valor final se as situações que se estão a comparar forem semelhantes.

O iRX considera situações que o simulador da AT não prevê, por isso em determinadas declarações o valor final da simulação pode ter diferenças.

O iRX está muito lento a processar alterações à declaração. Como resolvo esta situação?

O iRX tem uma funcionalidade ativa por defeito que permite determinar automaticamente qual a forma mais favorável de configurar uma declaração (p.e. englobar ou não rendimentos da categoria H/F/etc.). Por vezes, especialmente quando a declaração é complexa (principalmente quando contém rendimentos de muitas categorias diferentes) a combinação de cálculos que o iRX tem de fazer para chegar à melhor configuração possível é elevada. Por isso sugerimos que nestes casos, enquanto está a preencher a declaração, desative a opção "Deseje que sejam consideradas automaticamente as opções de cálculo de IRS com maior reembolso?" na secção "Outras informações"->"Opções tributação". No final do preenchimento volte a ativar a opção, para que seja calculada pelo iRX qual a melhor configuração de opções de cálculo que permite ter a situação mais favorável para o contribuinte.

Fiz uma nova instalação do iRX e não consigo aceder aos dados dos meus clientes que estão partilhados em rede (iRX PREMIUM). O que faço?

Necessita de executar as seguintes ações:

• Ativar a partilha de dados sensíveis no menu Ficheiro->Opções iRX->Dados e ficheiros->Partilha de dados sensíveis.
• Selecionar opção Ficheiro->Opções iRX->Base de dados->Importar contribuintes e selecionar de seguida o ficheiro "INDEX.DAT" que se encontra dentro da pasta de partilha do iRX (...\iRX\.NIF\INDEX.DAT) no seu servidor. Nota: Poderá ser necessário ativar a opção para visualizar itens ocultos para a pasta ".NIF" ficar visível.

Como posso utilizar a funcionalidade de validação de faturas do portal e-Fatura?

Poderá efetuar a importação, validação, alteração e submissão de alterações nas faturas para o portal e-Fatura através do separador “Despesas” -> “e-Fatura”. Depois da importação efetuada, as faturas irão estar agrupadas por sujeito passivo e por estado (Por validar ou confirmar/Pendente de envio para e-Fatura/Já validadas) e tipo de documento.

As faturas têm 3 estados: por validar (cor vermelha), por submeter (cor amarela), e submetido (cor verde). Poderá efetuar a classificação automática de faturas selecionando a opção “Validar”, tendo essa classificação de ser confirmada antes da sua classificação efetiva através da sua submissão para o portal e-Fatura. Poderá corrigir essa classificação manualmente antes de submeter alterações clicando com o botão direito do rato em cima da fatura e selecionando a categoria correta dentro da opção "Associar a".

É possível criar uma nova simulação com os dados atuais para as comparar?

Poderá a qualquer momento iniciar uma simulação com base nos dados já introduzidos através da opção "Simulações"->"Iniciar nova simulação". As alterações que efetuar nessa simulação não irão afetar os dados da declaração principal, podendo também efetuar uma comparação relativa e absoluta entre duas simulações.

Dicas: Ao iniciar uma nova simulação terá a opção de indicar se pretende copiar os valores atuais para a nova simulação, ou começar uma simulação de raiz. Se necessário poderá assumir uma das simulações que criou como declaração principal.

Ao atualizar a licença aparece-me o erro "O código de activação introduzido não corresponde ao seu email.". O que posso fazer?

Para resolver este problema bastará:

• Selecionar Ajuda -> Licença atual -> Alterar o meu código. No passo 2 do processo de alteração introduzir o email que ativou a licença do iRX a primeira vez e seguir o processo até ao fim.
• Depois selecionar Ajuda -> Licença atual -> Reativar ou atualizar licença. Em caso de sucesso deverá aparecer a mensagem “O seu código foi reativado com sucesso”. Caso não apareça, tente executar novamente o processo com utilizando outras contas de email que lhe pareça provável terem ativado a licença.
• Caso tenha o iRX instalado em vários computadores (ex. licença PREMIUM) deverá repetir o processo em todos os computadores.


Não encontrou a resposta que procura? Fale connosco.

Testemunhos

«...representa a simplicidade de utilização e a permanente atualização às regras fiscais.»

Agrovedras, Lda.

Submeta o seu testemunho

Experimente gratuitamente
Newsletters

Insira abaixo o seu endereço de email para subscrever

Saber mais